Skip navigation

As cidades-jardim, que procuravam condições de vida idílicas nas cidades no início do século XX, poderão voltar a ser o modelo para novos desenvolvimentos urbanos. Especialistas em planeamento do território acreditam que as preocupações com a sustentabilidade dos recursos naturais, os preços da energia e as alterações climáticas, juntamente com a degradação de condições de habitação, poderão criar condições para o reaparecimento das cidades-jardim.

O conceito de cidade-jardim apareceu por volta de 1898, com Ebenezer Howard, numa altura em que a Inglaterra se transformara durante o século anterior devido ao rápido desenvolvimento industrial.

As cidades-jardim surgiram como proposta para solucionar problemas como a elevadas densidades populacionais nas cidades, a falta de espaços verdes e de ar não poluído. Este modelo foi largamente utilizado em Inglaterra, durante as primeiras década do século XX.

São vários os exemplos de cidades-jardim que floresceram: Rhiwbina, perto de Cardiff, construída em 1912; a cidade de Victoria, em Ebbw Vale, construída na década de 1930 para trabalhadores da industria do aço; Flintshire; e outras. Após a segunda grande guerra os princípios da cidade-jardim foram ainda utilizados em várias cidades.

Nas últimas décadas o sector imobiliário, acompanhado de uma grande especulação. Agora, a Town and Country Planning Association (TCPA), numa campanha independente para a um melhor planeamento do território, faz crer que os princípios da cidade-jardim deveria ser aplicados aos novos empreendimento imobiliários, de forma a criar ambientes atractivos e sustentáveis.

“À medida que enfrentamos novos desafios relacionados com o mercado imobiliário e uma necessidade urgente de reduzir as emissões, podemos aprender alguma lições das cidades-jardim do passado século” – disse Gideon Amos, director da TCPA, ao Western Mail. “A maioria dos residentes no Reino Unido vive em subúrbios e 80% gostava de viver numa casa com jardim. O reaparecimento das cidades-jardim, com centros de vizinhança – e não desertos urbanos – poderiam ajudar a criar comunidades em que todos aspiram viver”.

[site] http://www.tcpa.org.uk
[site] http://new.wales.gov.uk

* traduzido e adaptado a partir de um texto da autoria de Rhodri Clark para o Western Mail.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: