Skip navigation

Foi publicado e apresentado esta semana mais um Relatório do Estado do Ambiente em Portugal. Em 2006 e apesar de todos os esforços financeiros, Portugal continua com um desempenho medíocre ao nível no setcor ambiental.

Este será sem dúvida o resultado de anos e anos de incúria e de desrespeito pelas mais básicas regras de manutenção de um bom ambiente. Partimos na década de 80 (a Lei de Bases do Ambiente é de 1987), com a publicação de uma imensidão de diplomas legais. Portugal chegou a ser considerado o país com melhor legislação ambiental.

O esforço ao que parece, terá que continuar por mais alguns anos. Segundo o relatório, publicado pela Agência Portuguesa do Ambiente, o país apresenta notas negativas em vários indicadores como o nível de educação pela população jovem. Este indicador por si só é preocupante – significa que as novas gerações não estão suficientemente alertas para os problemas ambientais.

As boas notícias são que alguns indicadores, mesmo sendo ainda negativos, apresentam tendência de melhoria, tendo em conta os relatórios dos anos anteriores. Um dos indicadores que terá peso de chumbo na economia portuguesa será o da emissão de gases com efeito de estufa. O mercado do carbono obriga a que o estado português tenha que pagar por cada tonelada de CO2 a mais que emita.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: